Considera-se que a Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS) é um problema bastante comum. A SAOS acontece quando os músculos da garganta relaxam e contraem durante o sono, o que pode causar interrupções na respiração. Isto pode criar irregularidades nos ciclos de sono que, por sua vez, podem afetar a qualidade de vida do paciente e, em alguns casos (quando SAOS não é tratada), pode aumentar a probabilidade de desenvolver outros problemas, como hipertensão arterial ou até mesmo diabetes do tipo 2 [1].

É normal que a garganta relaxe e feche um pouco enquanto dormimos e, na maioria das pessoas, isto não causa nenhum problema. No entanto, para algumas, causa problemas. Um problema da SAOS é que os sintomas só ocorrem enquanto a pessoa está a dormir, portanto, a pessoa não está consciente de que tem este problema. Existem muitos fatores que podem colocar as pessoas em risco de desenvolver apneia obstrutiva do sono, incluindo:

  • Ter excesso de peso
  • Ser homem
  • Fumar
  • Beber álcool
  • Ter mais de 40 anos
  • Ter um pescoço grande
  • A menopausa
  • Ter um historial familiar de SAOS
  • Ter congestão nasal

Estudos sobre a SAOS e a canábis medicinal

De momento não há nenhum medicamento aprovado para pessoas que sofrem de SAOS, então, naturalmente, os investigadores estão à procura de um.

Um estudo recente com Dronabinol mostra resultados promissores e o potencial de um tratamento com THC. O dronabinol é uma versão sintética do tetra-hidrocanabinol (THC) [2] que foi criado para tratar vómitos e náuseas que advêm da quimioterapia.

O estudo de 2017, patrocinado pela Universidade de Illinois, em Chicago, chegou a resultados promissores relacionados com a utilização do Dronabinol. O estudo de 6 semanas centrou-se num grupo de 73 adultos que padeciam todos de SAOS moderada a grave. A um terço foi dado 10 mg de Dronabinol 1 hora antes de dormirem, a outro terço foram dados 2,5 mg e ao último terço foi dado um placebo.

Os resultados demonstraram que o índice de apneia/hipopneia (uma forma de medir os sintomas da apneia do sono) do grupo que toma 10 mg por dia diminuiu significativamente em comparação com aqueles que receberam o placebo. Eles comunicaram uma satisfação geral com o tratamento e uma melhoria geral na sua sonolência.

Devido à pequena escala deste estudo, é necessária muito mais investigação acerca da eficácia de um tratamento com canabinóides para a SAOS. No entanto, o que já foi descoberto é bastante promissor.

[1] nhs.uk. (2017). Obstructive sleep apnoea

[2] Carley, D., Prasad, B., Reid, K., Malkani, R., Attarian, H., Abbott, S., Vern, B., Xie, H., Yuan, C. and Zee, P. (2017). Pharmacotherapy of Apnea by Cannabimimetic Enhancement, the PACE Clinical Trial: Effects of Dronabinol in Obstructive Sleep Apnea. Sleep.

Gostou da publicação? Dê-nos a sua opinião!
No votes yet.
Please wait...