Os efeitos do CBD e do THC na perda de peso

perdita di peso

Porque é que as pessoas que consomem marijuana regularmente, os “charrados”, são quase sempre magras, embora fumar marijuana aumenta o apetite, conhecida normalmente como “larica”?[1] É um estereótipo, mas há algumas verdades por trás disso.

Em média, as pessoas que consomem marijuana regularmente têm um IMC mais baixo e, uma cintura menor do que aquelas que não o fazem e, isso pode ser apenas uma coincidência, mas os 6 estados mais saudáveis da América têm algum tipo de reforma de marijuana medicinal. Aqui está o porquê…

Tanto o canabidiol (CBD) quanto o ∆-9-tetra-hidrocanabinol (THC), os dois canabinoides mais proeminentes da planta marijuana, têm um efeito direto sobre o apetite. O CBD e o THC interagem com o sistema endocanabinoide que se encontra no corpo inteiro, um sistema que regula o metabolismo e o armazenamento, o transporte de nutrientes e a energia de entrada dos alimentos. Eles regulam isto através dos recetores CB1 que se encontram no corpo todo.

O THC liga-se aos recetores celulares cerebrais que estão relacionados com a ativação da Grelina (a hormona da fome), aumentando a fome e o apetite. Um estudo conduzido em 2015 [2] em ratos com obesidade induzida pela dieta, descobriu que o THC aumentava o apetite dos ratos, mas impedia o aumento de peso, mesmo com uma dieta rica em gordura. Isto deve-se à redução da ingestão energética no sistema digestivo.

Descobriu-se paralelamente que o CBD era um supressor de apetite. Não impede uma pessoa de comer, mas pode fazê-la sentir-se satisfeita mais rápido. Um estudo britânico sobre este assunto, com ratos, descobriu que em comparação com ratos que receberam canabinol, os ratos que receberam CBD consumiram consideravelmente menos alimentos durante o período do estudo [3] (Farrimond, JA. 2012). A conclusão deste estudo foi que o CBD pode reduzir a ingestão de alimentos, mas os seus efeitos contra obesidade precisam de mais investigação.

Como acontece com qualquer plano de perda de peso, o exercício físico e uma dieta equilibrada são o segredo para o sucesso. Tomar apenas o óleo de CBD não funcionaria inteiramente por conta própria, mas sugeriu-se que determinadas variedades de marijuana (aquelas com quantidades mais elevadas de CBD, na sua maioria sativa) podem ajudar a pessoa a concentrar-se mais e a ser mais ativa. Como o THC também torna a comida mais saborosa, fumar pode ajudar as pessoas que têm problemas a se adaptarem a uma nova dieta.

Referências

[1]  Lori A. Sansone, MD, R. (2017). Marijuana and Body Weight. [online] PubMed – NCBI.

[3] Farrimond JA, e. (2012). Cannabinol and cannabidiol exert opposing effects on rat feeding patterns. – PubMed – NCBI.

Gostou da publicação? Dê-nos a sua opinião!

About Mario

Graduado en Lenguas y Culturas Modernas, Después de varios años de investigación personal y de participar en conferencias sobre el mundo del cáñamo industrial, me he unido a la redacción de Kalapa Clinic, donde he recibido formación directa de los médicos especializados de la clínica; esto me ha brindado la oportunidad de convertirme en un experto en las aplicaciones terapéuticas de los cannabinoides.

Es de esta manera donde mi pasión por el debate intercultural, las ganas de eliminar los perjuicios y conociendo el potencial terapéutico de la planta, se conjugan bajo un único objetivo: explicar a la mayor cantidad personas, los beneficios de los cannabinoides y como la planta de cannabis puede mejorar la vida de muchas personas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *